Monday, June 1, 2020

R$ 634.622,81 (+3,13%) - Cabo de força na política e os nossos rumos econômicos

Boa tarde, superavitários colegas. Desde o último fechamento, onde comentei brevemente a respeito do cenário político bipolar no Brasil e o mal que isto pode trazer para nossa economia e investimentos. Como esperado, as coisas não mudaram, na verdade tem piorado mais. Grupos extremistas têm crescido no Brasil e no Mundo. Embalados pelos eventos como a morte de George Floyd nos US, ou ações de governantes e grupos de oposição. Isto é muito prejudicial para todos, não tem como ter um ambiente próspero com política interna e externa de conflitos e as vezes até confrontos. Interessante ver o que Ray Dalio resume ser padrão de crescimento da economia em mais de 1000 anos de história. Assista om resumo feito no canal “Cooper Academy – Investing”, pode ser que você tenha dificuldade no inglês, mas o vídeo tem ilustrações que pode ajudar a entender, o que quero destacar inicia-se por volta dos 4:00 minutos.

 

Vai um resumo, bem resumido...

Ele diz que existe um padrão no crescimento da economia e acúmulo da riqueza neste tempo, que possui 4 fatores principais.

O primeiro fator seria a produtividade, que pode causar um crescimento de longo prazo, mas sempre em um valor limitado, pela própria natureza das limitações humanas (pessoas aprendendo, fazendo e criando coisas).

O segundo são os ciclos curtos de dívida, períodos de expansão e recessão que duram cerca de 8 a 10 anos.

O terceiro são os ciclos longos de dívida, períodos de expansão e recessão que duram de 50 a 75 anos. É quando se inicia um novo tipo de dinheiro e de dívida. O ciclo atual iniciou-se após a segunda Guerra Mundial, em 1945 com a criação do Novo Sistema Monetário nos US.

A quarta força ou fator é a Política, e ele define política assim: como lidamos uns com os outros. E de acordo com ele, existe a política interna e externa. No caso da política interna, está relacionado a como lidamos com a desigualdade social, de valor e se temos um objetivo comum enquanto sociedade (como o sonho americano que conduziu os americanos por gerações). Temos um objetivo em comum ou brigamos sobre a riqueza? No caso da política externa, é a relação entre os países. Quando existe uma nação que pode tomar o lugar de outra em patamar de riqueza e poder, elas trabalham juntas para um bem comum ou elas lutam entre elas? Guerras comerciais, cambiais e bélicas.

A ideia é que, considerando os outros três fatores favoráveis, o que pode também não ser verdade nos dias atuais, a política atual não favoreceria o crescimento da riqueza mundial, pois estamos vivendo tempos de desglobalização. Os países estão cada vez mais nacionalistas e menos globalistas e na política interna, não preciso dizer como está nosso objetivo comum como nação, né?

A política está nos levando a um cabo de guerra em que não há como vencer enquanto nação. Precisamos de mais empatia, de mais equilíbrio e de união para sermos uma nação próspera. Da forma como nossos líderes tem conduzido nosso país nos últimos anos/décadas não tem como dar certo. Sem contar outros fatores já muito conhecidos por nós.

 Para fazer uma transição destes assuntos para o nosso patrimônio, vou postar um desenho do nosso filho mais velho. Diz que é uma foca e a seta indica o lado para o qual está nadando...



Bom, vamos ver o que aconteceu com nossa carteira neste mês...

 Metas financeiras para 2020:

 

Planejado ao final de 2020

Atual

Concluído

Aporte

R$ 80k

R$ 41,09 k

51%

Patrimônio

R$ 850k

R$ 607 k

71%

Renda passiva

R$ 33k

R$ 13,3 k

40%

 

Vamos aos billions...

 

O nosso patrimônio nesse mês fechou em R$ 634.622,81. Tivemos uma valorização de +3,13% nos ativos em relação ao fechamento anterior. O Ibov valorizou (+8,57%) e o IFIX se desvalorizou (+2,08%). Conseguimos aportar R$ 7.800,00 de dinheiro novo esse mês, que somados aos reinvestimentos e valorização fez a nossa carteira avançar em R$ 27.063,62 (recuperamos mais um carro popular kkkkk) ou +4,45%.

 

Histórico de Aportes:

 

Movimentação no mês:

 

Vendas: Nada.

 

Compras: MA (Mastercard), FB (Facebook) e bonds.

 

Patrimônio financeiro:

 

Posição Geral Brasil:

 

Posição Geral US:

 

Posição por tipo de investimento:

 


Posição nos FIIs:

 

Posição nos REITs:

 

Posição nas ações:

 

Posição nas stocks:

 

Rentabilidade:

 

Considerações mensais:

Estamos tentando ficar em casa o máximo possível, reduzimos a zero as saídas para restaurantes. Tem sido desafiador educar as crias sem a ajuda das escolas, fazem muita falta. Eles estão tendo encontros virtuais, mas de longe não é a mesma coisa. Espero que as coisas melhorem daqui para o fim do ano e que consigamos de alguma forma superar este período ruim, saindo com aprendizados e não com traumas. Força a todos os leitores e foco no que é importante na vida.

Saúde e prosperidade a todos vocês leitores e colegas.

 

Link do ranking de patrimônio: https://www.oenginvest.com/search/label/Ranking

É isso aí! Rumo ao 1 milho grande!

 

Abraço a todos.


15 comments:

  1. Parabéns! Qual é a corretora que você utiliza para comprar ativos estrangeiros?

    ReplyDelete
  2. Olá, Sequoia
    Em pleno século XXI e ainda não evoluímos como sociedade. Protestos para dizer que "black lives matters" já não deveriam mais existir. Recomendo assistir ao filme Green Book onde mostra a turnê de um pianista negro na região sul dos EUA.
    Bom ver o patrimônio em recuperação :)
    Bons investimentos!!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Adoro esse filme! Excelente indicação.

      Delete
    2. Garota, é realmente muito triste. Ficamos assustados com tudo o que está acontecendo no mundo e no Brasil, a falta de tolerância, empatia e a discriminação.

      O patrimônio tem recuperado, mas não sei a economia. Vamos ser otimistas, né? Minha esposa disse que o texto ficou muito pessimista, esta não foi minha intenção, heheheh.

      Abraço

      Delete
  3. Em primeiro lugar, parabéns pelo blog. Como são os seus aportes em bonds? Quais os vencimentos que utiliza, criou uma "ladder" para isso? Você só compra treasuries ou outro tipo de bonds também?

    ReplyDelete
    Replies
    1. Guilherme, tenho investido através de ETFs. No momento atual, principalmente em SHY, ETF de T-Notes (2 a 3 anos), pois esperamos em algum momento uma elevação das taxas o que deve derrubar um pouco o preço dos de maior prazo.

      Abraço

      Delete
  4. Olá Sequoia, não vale a pena investir em ETFs no exterior ?

    Abracos

    ReplyDelete
    Replies
    1. Viajante, eu gosto de escolher os ativos. Os ETFs sempre tem um ativos em carteira que não fazem sentido para mim. Mas são ótimos veículos, principalmente no exterior e para quem quer ser mais passivo na hora de investir.

      Abraço

      Delete
  5. Grande Sequoia!
    Legal a postagem ilustrada com a foca ahhaha bem por aí mesmo. No fim, eu parei de me preocupar com a situação do país, com políticas e assuntos relacionados. Estou focado só nas variáveis que dependem de mim, o resto, não posso desviar energias.

    Continue firme, você já é um vencedor, inteligente, com visão e firme nas decisões.

    Pretendo começar a investir no exterior assim que bater 1 milhão na B3.
    Só estou na dúvida se faço diretamente (stock pickings) ou via ETF/ algum fundo de ações internacional, vai depender do que o tempo permitir.

    Quanto à quarentena, estou só indo de casa para a empresa. Cortei tudo. Bacana até algumas experiências que nunca havia feito (compras de supermercado online, por exemplo, o que foi extremamente prático e positivo).

    Abraços!

    ReplyDelete
    Replies
    1. IP, realmente temos que focar naquilo que depende de nós. Cara, não demora muito para investir no exterior. Você parece ser muito interessado para aprender sobre outros temas. Vai ver que o investimento lá vai te proporcionar isto. Outra realidade. E não precisa de muito, remessa de R$ 2,6 k sai pelo mesmo custo de uma de 50k, por exemplo.

      Abraço

      Delete
  6. Belo post Sequoia. Sobre esses ciclos que você descreveu do livro, isso é muito bem retratado no livro "Dominando ciclos de mercado" do Howard, mas a parte política ele não discute, é meio que exatamente o que você falou.

    A gente tem que se desdobrar pra acompanhar os pequenos em casa, ainda mais no ensino haha

    Abçs

    ReplyDelete
    Replies
    1. Ei, é a parte mais desafiadora do isolamento hehehehe

      Abraço

      Delete
  7. Fala Sequoia! Parabéns pela aula contida neste post. Estamos em um ciclo em que não sabemos se será o fim de tudo ou uma renovação (sou mais da primeira opção), devemos nos cuidar e não deixar essas tribulações deste mundo nos abater como vem acontecendo. Um abraço, e força!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Paul, obrigado. Sempre me honra com suas visitas e comentários, vamos superar este momento difícil e sairemos mais fortes.

      Abraço

      Delete