Thursday, February 20, 2020

O segredo da riqueza e da vida boa na prática. Como ter uma vida boa e acumular riquezas?

A vida boa tem sido objeto de desejo humano e de estudo há muito tempo, diversos pensadores já gastaram e alguns ainda gastam seu precioso tempo neste planeta buscando a resposta para a pergunta: como ter uma vida boa? Tempos atrás fiz um post aqui no blog sobre o livro do Clóvis de Barros Filho “A vida que vale a pena servivida", onde ele trás uma reflexão histórica do pensamento em relação ao tema e nos propõe algumas reflexões.

No mundo contemporâneo, dominado pelo capitalismo, recheado de ofertas de produtos onde a felicidade está associada à realização de um sonho, que quando realizado gera automaticamente um novo sonho. Um mundo onde a exposição de uma vida regada a excessos nas mídias sociais é um padrão social desejado. Muitos também se perguntam: como faço para ter riqueza e conseguir realizar meus sonhos e postar as fotos no insta?

Permita-me decepicioná-lo caro leitor, esta pergunta proposta no título não tem resposta pronta e muito menos única. A vida boa é diferente para cada pessoa, a forma de acumular riqueza também. O que buscamos aqui neste blog é expor a nossa forma, que pode gerar ou fortalecer ideias dos leitores.

Nós consideramos uma vida boa aquela focada no que é importante para nós, na família, nas pessoas, nas viagens, no conhecimento, no companheirismo, na empatia e na aceitação do diferente. Isto, em nosso entendimento pode ser associado com a geração de riqueza ao gastar menos do que se ganha. Imagine que isso seja feito de geração em geração, por seus filhos, netos, bisnetos e assim por diante. A vida seria cada dia mais rica.

Para nós o grande segredo da geração de riqueza é gastar menos que se ganha, se você gasta menos do que ganha, já é uma pessoa abençoada pelos Deuses da riqueza. Isto pode realmente acontecer, não é só teoria. Na parte financeira o foco deve então estar em aumentar o salário, controlar as depesas dentro de um patamar de manutenção de uma vida boa, investir em boas empresas, fundos imobiliários, renda fixa e esperar o tempo agir.

No início da caminhada, os aportes são pequenos. Geralmente o salário é menor e os gastos representam um grande percentual sobre ele. Depois, com estudo e foco no trabalho o salário vai aumentando e os aportes começam a representar grande parte do salário. Veja o nosso caso prático desta afirmação, de 2013 a 2019 nosso salário anual foi de:

Ano
Entrada
2013
R$ 75.840
2014
R$ 96.425
2015
R$ 144.966
2016
R$ 169.800
2017
R$ 196.596
2018
R$ 180.738
2019
R$ 218.360

Veja que de 2013 a 2019 nosso salário (meu e da sra Sequoia somados) subiram 2,9 vezes ou 290 %. Neste período estão incluídos como principais ganhos de carreira em ordem cronologica, que geraram aumentos de salários: 1) a saída de uma empresa privada para a aprovação em um concurso público bastante concorrido; 2) a especialização e elevação de nível dentro da carreira; 3) a entrada para um cargo de chefia; 4) a coordenação de mais projetos com remuneração extra.

A composição dos elementos que colaboram para o valor do patrimônio, da riqueza financeira pode ser dividida em: Aportes, Renda ou Rendimentos e Valorização. Com aportes entende-se aquele recurso que se aporta do salário, geralmente quando ele chega, antes da execução das despesas. A Renda é uma denominação para dividendos, proventos, juros e afins distribuídos pelos ativos que compõe a carteira. Já a valorização engloba o ganho patrimonial decorrente da elevação das cotações dos ativos em relação ao preço de compra.

No início do acúmulo de riqueza, os aportes representam praticamente 100% de colaboração para o patrimônio. Com o passar do tempo, a renda vai colaborando e por fim aparece a influência gigantesca da valorização. Veja no nosso caso prático entre os anos de 2013 e 2019:

Ano
Pat total
Aportes
Renda
Valorização
2013
R$ 16.344
R$ 16.909
R$ 560
-R$ 1.125
2014
R$ 44.801
R$ 42.859
R$ 3.850
-R$ 1.908
2015
R$ 91.978
R$ 88.659
R$ 10.768
-R$ 7.449
2016
R$ 192.395
R$ 162.859
R$ 26.738
R$ 2.798
2017
R$ 319.825
R$ 249.359
R$ 47.721
R$ 22.746
2018
R$ 418.717
R$ 316.159
R$ 72.736
R$ 29.822
2019
R$ 699.105
R$ 430.639
R$ 103.514
R$ 164.952

Em termos percentuais:

Ano
Aportes
Renda
Valorização

%
2013
103
3
-6
2014
96
9
-5
2015
96
12
-8
2016
85
14
1
2017
78
15
7
2018
76
17
7
2019
62
15
24

Em dezembro de 2019 tinhamos 62% do patrimônio adivindo de aportes, 15% da renda e 24% da valorização ou de R$ 699k tinhamos 430k de aportes, 103k de renda e 164k de valorização. Veja na figura abaixo como a sequência seguiu a sequência: Aporte à Renda à Valorização.





Nossos aportes, nestes anos, não seguiram uma subida tão linear quanto o salário, eu sempre coloco aqui os aportes, veja quanto foi ano a ano entre 2013 e 2019:

Ano
Aporte
2013
R$ 23.709
2014
R$ 19.150
2015
R$ 53.300
2016
R$ 66.700
2017
R$ 86.500
2018
R$ 66.800
2019
R$ 114.480

Esta não linearidade nos aportes em relação ao salário deve-se a compra de bens , realização de viagens o outros gastos que entendemos na época ser bons ativos de vida para nós. Dos quais compensava gastar um tempo de nossa vida para ter. Exemplo claro disto foi o carro, que compramos para melhorar a segurança e conforto em nossas viagens que tanto gostamos de fazer, como descrevemos aqui na época.

Como os aportes não foram linerares, os gastos também não. Mas conseguimos melhorar o percentual aportado em relação ao salário ao longo do tempo. Veja nossas entradas e saídas anuais na figua abaixo:



Quando conseguimos aumentar nossas receitas e não aumentamos nossas depesas em mesma proporção, produzimos mais riquezas. Enquanto nosso salário aumentou na proporção de 2,9 vezes, nossos gastos aumentaram 1,6 vez, entre 2013 e 2019. Em 2013 conseguimos aportar 31% de nossas receitas e em 2019 52%, sem contar com o pagamento da quitinete que descrevemos aqui neste post.

Veja as evoluções percentuais na figura abaixo:



A vida boa e com geração de riqueza é possível, estamos tentando praticar isto. Balanceando o controle de gastos com os gastos bem feitos. Temos que ter prazer em economizar, mas também temos que ter prazer em gastar quando isto nos trazer melhoria de vida. Observe que ter alegria em gastar, para nós é muito mais difícil do que em economizar. É uma vida vivida dia a dia, mês a mês. Uma vida vivida agora. Uma boa vida e muita riqueza para você leitor! É  que desejamos.

Abraço.

7 comments:

  1. Sequoia, esse seu patrimônio de 700k é apenas de ativos? Ou você também contabiliza carros, apartamentos e etc?

    ReplyDelete
    Replies
    1. Somente financeiro... Eu apresento o fechamento mensal aqui desde 2017. Veja ali na Aba "patrimônio".

      Abraço

      Delete
  2. Halo, sou Helena Julio, do Equador, quero falar bem sobre o senhor Benjamin sobre esse assunto. me dá apoio financeiro quando todos os bancos da minha cidade recusaram meu pedido de concessão de um empréstimo de 500.000,00 USD, eu tentei tudo o que pude para obter um empréstimo de meus bancos aqui no Equador, mas todos eles me recusaram porque meu crédito era baixo, mas Com graça de Deus, conheci o Sr. Benjamin, por isso decidi tentar solicitar o empréstimo. com a vontade de Deus, eles me concedem um empréstimo de 500.000,00 USD o pedido de empréstimo que meus bancos aqui no Equador me recusaram, foi realmente incrível fazer negócios com eles e meus negócios estão indo bem agora. E-mail / WhatsApp Entre em contato se desejar aplicar um empréstimo a eles. Lfdsloans@outlook.comWhatsApp Contact: + 1-989-394-3740.

    ReplyDelete